O que significa bug: Descubra a origem da palavra e confira casos conhecidos

Compartilhe

O que significa bug? Esse termo é um jargão da informática que faz referência às temidas falhas inesperadas que ocorrem na execução de algum software ou ao utilizar um hardware. Essas falhas não previsíveis, que atrapalham o funcionamento correto de alguma tecnologia, podem causar problemas incômodos, como fazer a tecnologia travar e roubo de informações sigilosas. As falhas inesperadas podem ser usadas para realizar crimes cibernéticos.

Entretanto, há bugs mais graves que precisam ser reparados rapidamente, porque podem ser uma ameaça para o sistema de segurança de um dispositivo e, por consequência, comprometer dados como senhas e contas bancárias. Por causa disso, muitos hackers usam os bugs para roubar informações sigilosas e disseminar malwares e vírus. As falhas imprevisíveis são uma porta de entrada para os crimes cibernéticos. Veja a seguir a origem curiosa do termo “bug” e relembre casos famosos.

O que significa bug

Origem do termo bug

Em inglês, bug significa literalmente “inseto”. Não se sabe ao certo qual é a origem do termo para designar falhas em softwares e hardwares. Porém a explicação mais aceita relata um erro que ocorreu, 9 de setembro de 1947, no computador Mark II, operado pela Marinha dos Estados Unidos.

O operador William Burke encontrou dentro da máquina uma mariposa que estava presa entre os fios, causando uma falha no funcionamento do computador. Depois, ele escreveu em seu diário de bordo um caso real de “inseto (bug) sendo achado”. A partir do acontecimento, a definição acabou sendo adotada no vocabulário de tecnologia e informática.

O que significa bug

Versões Beta e Bug Bounty

Antes um programa ou sistema de hardware ser lançado, ele é testado para evitar bugs e quaisquer outros casos de prejuízos ou possíveis riscos à segurança por mau funcionamento. Quando um bug é detectado, é preciso achar a origem da falha inesperada e oferecer rapidamente atualizações gratuitas aos usuários do hardware ou software para resolver o problema.

Por isso, é cada vez mais comum que os desenvolvedores forneçam primeiro uma versão beta de sistemas ou aplicativos para serem testados por um grupo restrito de usuários. Eles sabem que podem sofrer possíveis bugs ao usarem a edição inicial do software. E costumam dar retornos à equipe fornecedora com a finalidade de esclarecer as causas de qualquer bug possível.

O que significa bug

Outras empresas como a  Google, Netflix, Samsung, PayPal, Microsoft, Facebook e Instagram colocaram em prática os programas de bug bounty. Pesquisadores, usuários e até hackers dinheiro se encontrarem bugs ou falhas de segurança em seus programas, sistemas ou sites. É preciso relatar imediatamente o problema assim que detectado, e fornecer provas, para obter a compensação financeira.

img

Bugs famosos

Bugs acontecem o tempo todo e alguns ficam famoso dependendo do número de usuários atingidos ou estragos provocados. No final de 2018, o Facebook comunicou sobre uma falha grave na rede social que expôs fotos não publicadas de aproximadamente 6,8 milhões de usuários. O erro atingiu pessoas que deram permissão de acesso a aplicativos de terceiros à sua mídia na plataforma por causa de um bug de permissão.

Em outubro de 2018, a Microsoft teve que suspender a atualização Windows 10 October 2018 por causa de um bug que causava a remoção acidental de arquivos do PC. O problema foi solucionado em dezembro, quando a empresa atualizou o software e voltou a disponibilizá-lo para download.

img

O game Red Dead Redemption 2 também já sofreu com bugs. Recentemente, um usuário usou o Reddit para compartilhar um truque que achou devido a uma falha no sistema do jogo. Com alguns passos simples, era possível deixar o personagem principal, Arthur Morgan, totalmente nu. Este bug também já foi corrigido.

O WhatsApp também sofreu alguns bugs. Em um deles, que ficou amplamente conhecido em 2018, foi compartilhado em uma corrente que continha um emoji de esquilo e a frase “não toque aqui”. Porém, ao seguir a instrução, o app travava e só voltava a funcionar após reiniciar o smartphone. Apenas celulares com Android foram afetados e a falha no sistema foi utilizada como brincadeira de algum hacker e não trazia riscos à segurança dos dados do usuário.

O Instagram também sofreu com um bug recente. Em dezembro, perto do ano novo, o aplicativo disponibilizou uma atualização que tinha um novo feed à rede social. Com a novidade, para ver os posts, seria necessário deslizar o dedo para a esquerda em vez de rolar a tela para cima. O layout não agradou aos usuários. Em um comunicado oficial, a rede social explicou que a função estava ainda sendo testada e foi liberada por causa de uma falha inesperada, ou seja, por um bug.

Compartilhe

Posts recentes

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.